A água da Gruta

As pessoas vêm a Lourdes pela água, para beber da fonte, mas também para levá-la para casa.
Esse costume começou logo após 25 de fevereiro de 1858, dia em que a Virgem Maria indicou a Santa Bernadette onde cavar para encontrar a fonte.
É desta fonte, que corre no fundo da Gruta, do lado esquerdo, que Nossa Senhora nos convida a vir “beber e lavar-nos ali”.
Três lugares nos permitem responder a esse convite:

Os Banhos

Devido às atuais condições sanitárias já não é possível banhar-se completamente. No entanto, funcionários do hospital e voluntários, vão acolher você na área dos Banhos e ajudar na realização do “Gesto da água”. Este gesto pode ser vivenciado pessoalmente, em casal, em família ou entre amigos.

As Fontes

Você pode dar o passo pessoal de beber e lavar o rosto com água da Nascente que brota das dezoito Fontes localizadas ao lado da Gruta. O número dezoito nos lembra o número de aparições de Nossa Senhora a Santa Bernadette.

As Torneiras

Localizadas na ponte ao lado das arcadas e ao lado do rio Gave, as torneiras têm fluxo suficiente para encher os vasilhames que você precisar para a água para seu uso ou para os seus entes queridos.

Se as pessoas foram curadas depois de usar a água da Gruta, as análises científicas não encontraram propriedades particulares (a água é agua pura de fonte, mas não é nem água mineral). Como dizia Santa Bernadete: “Basta uma só gota! É preciso fé! ». Se desejar você pode pedir a um padre para abençoá-la para você.

ABERTA
Das 7h às 22h
Acesso livre

Participar das celebrações

+33 (0)5 62 42 2008
(ligação sem sobretaxa)

Acessibilidade: SIM

O Santuário de Lourdes torna a água de Lourdes acessível a qualquer pessoa que queira levá-la consigo. A água é totalmente gratuita e não pode ser vendida.
Para receber água, o Santuário de Lourdes convida-o a contactar a organização de peregrinação mais próxima de si.